Galeria de fotos

01/06/2021 - Palestra: Capacitismo na sociedade brasileira



Um momento especial no cotidiano escolar
 
Educar é um processo que transcende conteúdos e materiais didáticos, alcançando a formação humana do estudante, em suas competências intelectuais e emocionais. Com esse foco , o Colégio Anglo Cidade de Salto, em sua disciplina eletiva Debates Contemporâneos,  trouxe para a sala de aula a realidade. Tudo começou com uma coletânea de  textos sobre o tema "Capacitismo na sociedade brasileira", coletânea que promoveu uma primeira reflexão sobre como a pessoa com deficiência é vista pelos outros, geralmente subestimada na capacidade de participar do jogo social como estudante e profissional.
 
Para além dessa reflexão, no dia 21/05, o primeiro ano do Ensino Médio vivenciou uma experiência importante: recebeu a visita de três pessoas com deficiência - Ivan, que pinta com a boca, devido a uma má formação dos membros superiores, e já recebeu prêmios internacionais pelas suas obras; Elvis, albino e com deficiência visual, que toca bateria numa banda da igreja e trabalha na Secretaria do Sesi; e Kely, uma garota de 17 anos que participa de competições paraolímpicas como judoca e tem uma voz maravilhosa acompanhada do próprio violão. Andreia, professora de Matemática e que perdeu boa parte da visão porque teve toxoplasmose na infância,  não pôde participar, mas gravou um vídeo com um depoimento que despertou a atenção dos jovens.
Num bate-papo informal, com perguntas elaboradas pelos próprios alunos, momentos de vitória e de dificuldades foram relatados, de modo que o público entendeu o que vivem as pessoas com deficiência. Desse encontro, finalizado com a música "Trevo", na voz e violão da convidada  Kely, ficou uma experiência única, que, com certeza, será lembrada pelos jovens no futuro, porque, parafraseando a letra da música, é preciso ter sonhos que nos fazem querer acordar todos os dias e viver. 
O Colégio Anglo Cidade de Salto agradece aos convidados que, seja presencialmente ou por vídeo, dispuseram-se a mudar sua rotina e conversar com nossos alunos sobre tema tão rico e essencial à sociedade brasileira.